Arte da Ingratidão

Hoje sem tanta música, quero escrever um pouco, talvez usar o espaço para algo que gosto muito, sempre fui de ler, escrever e quero falar sobre a tão atual “Arte da Ingratidão”, já ouviu falar ou desconhece??? Pois bem… Para essa leitura vou deixar um fundo musical do estilo “lo-fi” em outra oportunidade abordaremos sobre ele…

Vamos lá então!! Quantas vezes somente esse ano, você já reclamou por não poder comer um hambúrguer do Mécki, né???? Quantas vezes não se perguntou o porquê de não poder dar aquela passada em seu restaurante favorito e comer seu prato predileto, acompanhado de sua cerveja preferida?

Andamos ao sentido oposto de tudo que foi nos exemplificado e isso já faz muito tempo, quando Yeshua passou por aqui acredito que não foram esses os ensinamentos que Ele almejava deixar, mas e porque diabos somos tão ingratos?

Falo por mim, inúmeras vezes vejo um mendigo sendo mais amoroso do que nós que temos, casa, roupa lavada, comida feita na hora e de vez em quando uma saborosa pizza.

Talvez seja o ponto exato de retornarmos ao caminho da luz, ajudar sem olhar, mas sejamos ponderados faça o que poder sem exageros, pois de nada irá adiantar ir além do que se quer. Ajudar não se trata de dar algo físico, mas uma “conversa”, um “como vai?”, um “vou passar aí!”, “vamos tomar um café” pode ser uma mão no dia de alguém. Entretanto saliento, comece por dentro de casa, temos o confuso hábito de esticar a mão para longe, comece por si, não se culpe ou torture tanto, o aprendizado da consciência é diário, hoje você entenderá somente o que está nesse limite e amanhã o sol nascerá trazendo boas novas.

Um bom exercício é reclamar menos, se tens um teto e comida fresca, uma família para amar isso é muito, lhe garanto, a grande oportunidade de passar por aqui está ligada a evolução espiritual, ter não significa nada, se for para ter, tenha consciência e vontade de ser, de mudar pouco a pouco. É fundamental compreender que haverão dias escuros, sim, mas o sol virá e aí devemos erguer a cabeça, observar e pensar que há pessoas que estão em situação de consciência inferior e é aí onde devemos atuar, não digo injetar nosso conhecimento e vontade em outrem, mas podemos falar, dividir experiências e assim quem sabe acalantar um coração, seja esse o seu ou de outro.

Tudo na teoria é lindo, sei que na prática é bem mais delicado, no entanto, isso não é uma ciência exata, é como andar de bicicleta, você pode cair, mas deve levantar e aceitar que doer ás vezes faz bem, faz se sentir vivo. Por isso digo, andemos a frente, se puder ajude, se não puder observe, falar? Somente se for útil a alguém e se for consultado, temos a estranha mania de julgar, como é complicado olhar através da ótica alheia, digo e repito observar e absorver.

O ponto chave é ter Esperança e no amanhã, por incrível que possa parecer, sempre haverão outras oportunidades de pedir desculpas, de corrigir um erro, de ajudar a si mesmo, há uma vida inteira pela frente e mesmo que essa vida seja curta, que seja intensa e plena, sejamos então aquilo que queremos ser, devemos respeitar sim os outros, diria até mesmo todos os jeitos e formas, pensamentos e ideais, mas jamais sucumbir a vontade alheia.

Fiquem todos em paz!!!!

Publicado por SantoCaffè Ltda.

Músico/ compositor, nascido em 1987 no litoral de SP. Apesar de trabalhar no ramo de Logística e comex sempre mantive um romance secreto com a música. Contato: 13 988844880 Carlosoliveira7467@gmail.com

Um comentário em “Arte da Ingratidão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: